Bq mostra Impressora 3D acessível

A BQ acaba de apresentar a sua nova impressora 3D, a Hephestos . Este novo modelo é uma evolução visível da anterior a Prusa i3 e mantêm a singularidade de ser uma ‘do it yourself’. Não se trata do facto de fazer as nossas peças impressas, o que acontece, mas sim que temos de a ‘construir’.

Este conceito de máquina por montar evoluiu e promete ser simples e prático, composto por um kit de montagem e manuais explícitos para 1 a 2 horas de trabalho. Convenhamos que depende da astúcia e habilidade para trabalhos manuais de cada um. 

Toda a vertente de construção, e impressão, foi revista e apresenta melhorias significativas na vertente eletrónica, mecânica ou mesmo no processo de montagem. Destaca-se a revisão de toda a panóplia electrónica,  100% desenvolvida pela BQ, que surge com novos drivers, mais precisos e com uma melhor dissipação de calor. Este facto permite melhorar todos os acabamentos das peças impressas, além do cuidado que coloca na própria impressora, permitindo um menor esforço e o consequente prolongar de toda a vida útil da parte electrónica. 

A BQ Heohestos utiliza filamentos de 1,75 mm de diâmetro e de diferentes tipos: PLA, madeira, bronze, cobre e Filaflex. A velocidade varia consoante o tipo de filamento utilizado, sendo que existem valores recomendados de 40-60 mm/s,  e no máximo 80-100 mm/s, valores sempre sujeito a materiais, perfis e software utilizados.

Na vertente da mecânica, foram incluídas novas peças em metal, alumínio e aço, em substituição das anteriores impressas em plástico, visando a obrigatória robustez e estabilidade. Novos manípulos serrilhados facilitam o nivelamento da base e as suas polias dentadas tornam possível que os movimentos sejam mais precisos. 

 
 
O porquê de uma impressora 3D? A possibilidade de criar objectos variados, desde os mais complexos até aos mais simples, de maneira eficiente e, muitas vezes, mais barata. Objectos como um apoio para smartphones, chávenas, bonecos, peças de substituição, ou inclusive existem marcas que recorreram a esta técnica para peças automóveis. O limite está na imaginação, nos moldes e na nossa própria apetência.
 
 
Como todos os produtos de impressão 3D e robótica da BQ, o seu firmware e hardware são 100% livres, contribuindo para o património tecnológico da humanidade.
 
Óscar Rocha

Autor: Óscar Rocha

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Óscar Rocha

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar