AOC desvenda o novo monitor Q3279VWF, uma verdadeira pechincha?

A AOC apresentou um novo monitor e uma combinação entre duas incomuns características: especificações e preço. Poderíamos salientar muita coisa deste Q3279VWF, a verdadeira designação do monitor, mas depois de saber o valor… não há muito mais para fazer a diferença. Ou será?

É grande, indiscutivelmente, valendo-se das suas 31,5 polegadas tão úteis na hora de ver um filme, jogar ou mesmo trabalhar. É uma mais valia neste campo valendo-se das suas dimensões, um tamanho que permite várias aplicações em simultâneo, tão ao gosto dos consumidores profissionais/designers que necessitam de mais espaço de ecrã, tanto em resolução como em dimensão, para o software de edição de imagem/vídeo.

Mas carece de especificações: o ecrã possui 31,5” (80,01 cm) e uma resolução QHD (2560 x 1440 píxeis), densidade de píxeis de 93.24 ppp, tempo de resposta de 5 ms, taxa de refrescamento de 60 Hz e um rácio de contraste de 3000:1. Este painel possui também uma profundidade de cor real de 8 bits e uma FRC (Frame Rate Control), resultando numa perceção de 1,07 mil milhões de cores, o equivalente a monitores de 10 bits. Afirma também ser capaz de reproduzir cores mais ricas e com maior profundidade e um gradiente de cor mais suave, através de um aumento de 100 vezes face às 16,7 milhões de cores dos ecrãs convencionais. 

O painel MVA do Q3279VWF, ao contrário dos monitores económicos que integram painéis TN, consegue um ângulo de visualização alargado de até 178°/178° na horizontal, valores muito próximos dos painéis IPS. E, através da tecnologia WCG (Wide Colour Gamut) da AOC capaz de cobrir 88% da gama de cores NTSC, e da uniformização de cor em qualquer ângulo de visualização, para quando o utilizador não está ao centro do ecrã, permite apreciar as cores mais realistas e detalhes.

Para os mais exigentes jogadores, a AOC dotou este Q3279VWF com suporte para a tecnologia FreeSync da AMD. Esta tecnologia permite de modo automático um ajuste da frame rate da placa gráfica à frame rate do monitor, eliminando os efeitos de paragem, arrastamento ou cortes na imagem durante o gameplay. Isto significa que os utilizadores não terão de ativar o V-Sync nos seus jogos para adequarem artificialmente a saída da frame rate da GPU com a taxa de atualização dos monitores e, ao fazê-lo, lidarem com o aumento do lag de entrada. 

Tal como acontece com muitos monitores AOC, o Q3279VWF traz consigo a tecnologia Flicker-Free, utilizando o Sistema de retroiluminação DC (Direct Current) para melhorar o conforto para os olhos do utilizador. Isto significa a eliminação do efeito de cintilação no ecrã através do ajuste imediato e autónomo do brilho do ecrã, causa para um maior cansaço ocular e desconforto do jogador durante as maratonas de jogos.

O AOC Q3279VWF inclui uma entrada VGA, uma DVI Dual Link, HDMI 1.4, DisplayPort 1.2 e a obrigatória entrada de entrada de auscultadores.

E finalmente o preço, 269 euros. Uma pechincha.


 

Óscar Rocha

Autor: Óscar Rocha

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Óscar Rocha

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar