BMW M5 2018 (F90) Protótipo

A divisão M da BMW, tem um trabalho árduo. Melhorar produtos que criam legiões de seguidores e que esperam apenas o melhor dos melhores na evolução das máquinas que lhes despertam paixões. O próximo na lista e que muitos anseiam, é a sexta geração da berlina da série 5, e que pela primeira vez terá tracção integral. A concorrência (leia-se Mercedes AMG E63 e Audi RS7) já cederam à tracção integral e a subida de potência natural que os automóveis tem vindo a sofrer ano após ano, começa a tornar complicado do ponto de vista de engenharia ter apenas duas rodas motrizes a propulsionar o veículo. Dai que os engenheiros da divisão M desenharam de raiz o novo M5 com tracção integral em mente, mas com a possibilidade de podermos “desligar” o eixo motriz dianteiro e ter um puro tracção traseira.

O novo sistema de tracção tem 3 modos de funcionamento: Tracção integral normal; tracção integral desportiva e tracção exclusivamente traseira. O diferencial utilizado (Magna) foi o mesmo que equipa a série 7 xDrive, mas com as embraiagens em carbono em vez da liga de molibdénio. Este novo material aumenta não só a resistência como mantém a temperatura mais baixa. Para maximizar a eficiência do sistema 4WD o novo sistema de controlo electrónico, conta agora com sensores de angulo de viragem das rodas, posição de acelerador, velocidade de cada roda, binário aplicado em cada roda, forças G laterais e forças G de aceleração/desacelaração. Com estes dados é possivel ao computador calcular a melhor maneira de distribuir a potência pelas 4 rodas para maximar a eficiência desta berlina. 

O F90 (designação interna do novo M5), conta ainda com uma dieta de emagrecimento, que deriva de série de um tejadilho em fibra de carbono, um chassis que usa e abusa de alumínio e ainda uma bateria de litío. Isto aliado aos esperados cerca de 600cv / 700Nm debitados pela revisão da unidade motriz que equipa o actual M5 (F10) faz com que este seja o M5 mais rápido de sempre. Só estará disponível com caixa automática 8 velocidades ZF de embraiagem dupla. O tempo esperado dos 0-100 km/h ronda os 3.5seg. O sistema de escape foi revisto para ainda dar uma sonoridade mais desportiva ao F90, fazendo com que seja ligeiramente mais sonoro que o actual.

Para fechar o conjunto dinâmico, o M5 será equipado com uns Michelin Pilot Sport 4S na medida 275/35ZR para a frente e 285/35ZR para a traseira, em jantes de 19″, havendo como opcional jantes de 20″.  Segundo consta pelos testes efectuados a nova berlina é um autêntico “driver’s car”, permintindo ser conduzido como as fotos demonstram. O rolar do chassis é preciso o quanto baste para sentirmos todo o conjunto, tornando este M5 mais previsível e honesto que a versão que sucede.

O M5 será apresentado no salão de Frankfurt em Setembro de 2017, mas sabe-se que pelo menos 100 unidades estão espalhadas pelo planeta nos mais variados testes para garantir que o M5 de 2018 seja o melhor M5 até à data.

Hugo Marques

Autor: Hugo Marques

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Hugo Marques

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar