Creative Lab da Samsung inova

Em 2012 a Samsung criou uma divisão interna denominada Creative Lab, ou C-Lab, nada mais que um espaço inteiramente dedicado aos seus empregados e às suas ideias. Tornou-se um local único e próprio, onde as ideias inovadoras dos funcionários da Samsung tiveram a ‘permissão’ para superar a imaginação, limites e recursos, de modo a gerar novas ideias e negócio. O sucesso foi visível nas feiras de tecnologia internacionais, IFA e CES, e este programa tornou-se um incubador de ideias inovadoras, com alguns projectos bem sucedidos.

O ano vindouro de 2017 não parece ficar aquém dos anteriores, e a Samsung anuncia para já três projectos bastante interessantes que estão em exposição na CES 2017, Tag+, o S-SKIN e o Lumini.

O Tag+ está inteiramente dedicado ao mundo dos brinquedos, às crianças e a partilha. Com um único botão, trata-se de um dispositivo simples cujo propósito é criar funcionalidades extra que mantenham interesse no brinquedo, criando interactividade extra consoante o movimento feito pela criança. Funciona como um ‘companheiro digital’ que pode ser ligado a brinquedos ou à app própria para smartphone ou tablet (através de bluetooth), e ao executar um dos movimentos pode abrir instruções online, fazer uma partilha da ‘obra’, descobrir novas ideias para o brinquedo ou até conhecer amigos que necessitam de ajuda, partilham o gosto, ou que simplesmente necessitam de companhia para brincar. Com o Tag+, o Creative Lab propõe-se a abrir as portas para a diversão e interactividade das crianças.

 

Num contexto totalmente diferente e inteiramente dedicado aos cuidados dermatológicos, surge a S-Skin. Esta solução dos criativos da Samsung está orientada para todos os consumidores que prezam, ou necessitam de cuidados de pele. A solução contempla a combinação entre um dispositivo e um ‘penso’. O dispositivo utiliza sensores e LEDs, e tem a responsabilidade de analisar e medir os níveis de hidratação, vermelhidão e de melanina da pele, para posteriormente informar, cuidar e oferecer os cuidados, devidamente ajustados, ao tipo de pele. Toda a informação sobre os cuidados necessários, ou sobre o estado de saúde da pele são guardados na app de acompanhamento, para o utilizador poder avaliar as alterações da sua pele ao longo do tempo. O ‘penso’, que é mais um adesivo, está definido por zonas e formato, um para a zona dos olhos, e outro ‘local’, com um formato redondo que lhe permite ser colocado em qualquer ponto da face. Ambos possuem micro agulhas que conseguem penetrar na pele, de modo indolor, e libertar os ingredientes necessários ajustados ao problema, melhorando a sua absorção. 

Por último, e também na variante dermatológica, o Lumini é um equipamento portátil para detectar problemas na pele, antes de serem passíveis de ser observados a olho clínico. Este sui generis dispositivo tira uma foto ao rosto e, através do uso de um algoritmo próprio, analisa a informação e envia a informação para o smartphone. Faz uso de cinco diferentes métodos de análise à pele, destacando-se os efeitos da cosmética, ou o estado futuro da pele. Toda a informação é enviada e analisada na aplicação para smartphone, que identifica quaisquer problemas sob a superfície da pele, como borbulhas, sardas, poros dilatados, rugas, vermelhidão e sebo. O Lumini recomenda ainda produtos cosméticos com base na sua análise, e oferece um serviço de consultoria remoto com uma dermatologista, ou com especialista em cuidados de pele.

Existem ainda outros cinco projetos C-Lab, bem-sucedidos, que serão exibidos na CES 2017: MANGOSLAB, uma impressora compacta que imprime memorandos a partir de equipamentos inteligentes em papel Post-it; a Jameasy, uma solução que ajuda os utilizadores a tocarem instrumentos musicais acústicos com a ajuda de um módulo sensor que é integrado no instrumento; a MOPIC, uma capa para smartphone que ajuda a visualizar conteúdos em 3D sem óculos; o Analogue Plus, um equipamento mãos-livres para protetores de cabeça; e o WELT, um moderno cinto para cuidados de saúde. Estes projetos procuram oportunidades de negócio globais através da CES 2017.

Óscar Rocha

Autor: Óscar Rocha

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Óscar Rocha

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar