E Dura e Dura… agora em Powerbank. Duracell apresenta três novos powerbanks.

A Duracell é uma daquelas marcas que conseguiu um feito, necessitando apenas de quatro palavras (de slogan) para ser identificada. E melhor, não só se reconhece a marca como o seu propósito: durar. Quem não se lembra daquele coelhinho a palmar terreno enquanto outros sucumbiam? Falamos da Duracell e da capacidade que as suas pilhas detinham para estender a sua carga. Agora imagine se a marca conseguisse transpor esse feito para um powerbank. 

De fato, a Duracell anuncia não um, mas três versões do seu novo Powerbank para o mercado. A marca foca-se deste modo no mercado dos dispositivos móveis, e no utilizador. Não é uma invenção ou revolução, mas o aproveitamento da sua tecnologia e know-how para expandir o seu portfólio. E parece ser uma solução óbvia para o mercado, e utilizador. Os fatos, estudos, revelam que a utilização diária do smartphone excede muitas vezes a autonomia possível, salvo alguns dispositivos de excepção com grande autonomia… e são poucos. A utilização média diária de smartphones é de 4 horas, onde se incluem as fotos tão em voga, vídeos, jogos ou redes sociais, além de toda a utilização normal, vulgo telefonemas e até consultas de notificações, com uma média de 80 vezes por dia. São razões de sobra para findar a autonomia, e é aqui que surgem os powerbank, e onde a marca aposta e acrescenta mais soluções.

Na realidade três, que são distintos na forma mas que partilham a cor e tecnologia. As cores não poderiam ser outras, repartidas pelo típico negro e o dourado no topo, idêntico às reconhecidas pilhas. Existe algo diferente, surgindo na lateral indicadores luminosos do nível de carga e claro, a obrigatória entrada USB, e uma miniUSB para carregamento da própria powerbank, ambas no topo. 

Os novos Powerbank Duracell mudam na forma, três modelos com tamanhos, capacidades e obviamente, preços diferentes. O mais pequeno Powerbank assume a forma perfeita de uma pilha e possui 3350mAh de capacidade. Só em termos comparativos, a bateria de um smartphone possui em média 3000mAh. O Powerbank intermédio duplica o tamanho físico e a capacidade, e chega aos 6700mAh. O último é o ‘grande’, e a sua dimensão permite albergar duas entradas USB e a possibilidade para carregar dois dispositivos em simultâneo, além de acrescentar ainda mais capacidade, chegando aos 10 050mAh e aproximadamente 72h de autonomia extra.

Nas questões de segurança ou funcionalidades, a Duracell promete (segundo o comunicado) um carregamento até duas vezes mais rápido que os carregadores convencionais (de 5W) das marcas. E sendo estes uns ‘acumuladores’ de energia que estarão no bolso e até em contato com outros dispositivos, estão dotados de dez sistemas de segurança para eliminar riscos de excesso de carga/descarga, aquecimento, curto-circuito, entre outros. 

Os preços recomendados de venda ao público são:

DURACELL POWERBANK 3350 mAh – 19,99€ 

DURACELL POWERBANK 6700 mAh – 29,99€

DURACELL POWERBANK 10.050 mAh – 39,99€.

 

 

 

Óscar Rocha

Autor: Óscar Rocha

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Óscar Rocha

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar