Fomos a Barcelona conhecer o novo Hyundai Kauai, e muita ambição

Fomos a Barcelona, cidade única, para conhecer em primeira mão a nova aposta para o mercado dos pequenos SUV, o Hyundai Kauai. Cheio de ambições, este novo modelo é diferente, mais aguerrido, e promete alguma aventura e emoções. Para já, o novo Kauai  chega ao mercado europeu em duas motorizações a gasolina e um preço de campanha (até dezembro) de 16.900€. Para 2018 anuncia um novo bloco diesel e uma motorização totalmente eléctrica. 

O público alvo deste Kauai é… Todos. Não interessa o consumidor, mas o que gosta. Este modelo foca-se no utilizador, nos gostos pessoais, seja uma cor, desporto, tecnologia, funcionalidade ou condução. Como ‘diz’: You drive it. You define it.

O que significa? O carro está pensado em todos os utilizadores, tentando optimizar a entrega e a funcionalidade, permitindo ao condutor sentir que o carro é seu! Botões, comandos, tudo o que é essencial à condução está à distância de um dedo ou mão, notando-se um cuidado na disposição dos elementos. A razão é simples, deixar a condução como principal função, e tudo o que rodeia, seja funções ou entretenimento, com fácil acesso. Esse cuidado nota-se (por exemplo) nos botões sob a parte mas baixa do tablier onde se pode desligar os diversos controlos, assistência à travagem, alerta de faixa de rodagem, luzes ou mesmo o head up display, aquele pequeno ecrã sobre o tablier que mostra a velocidade aconselhada, velocidade em marcha, direções, consumo, etc. Mesmo o rádio, ou melhor, o sistema de entretenimento com ecrã de 7″ táctil mantêm algumas características ‘antigas’, os dois botões rotativos nas laterais para controlo de volume ou escolha. E têm lógica na segurança de condução, não sendo obrigatório desviar o olhar da estrada para o ecrã para alterar volume, por exemplo. E ainda possui suporte para Android Auto e Apple CarPlay, inclui GPS, rádio, leitor multimédia e muita configuração.

 

Este novo modelo posiciona-se entre o convencional e o premium, na ‘ponta’ dos Tucson, Santa Fe e Grand Santa Fe. Mais jovial, novas linhas (mais agressivas e modernas) prometem conquistar no mercado. Mas há concorrentes de respeito, novos que surgem e alguns já firmados no mercado. O que difere o Kauai?

Em primeiro o exterior. Possui 4,17 metros de comprimento, 1,8 metros de largura e 1,55 metros de altura e uma mala com capacidade para 361 litros, ou 1143 litros se optarmos por rebater os bancos traseiros. Mas é o design cheio de personalidade e bastante atraente numa carroçaria em duas tonalidades, ou bi-tom como está na moda, que convence. Existem 10 cores disponíveis, e o contraste entre cores diferentes permite evidenciar, e cria um aspecto agressivo com a cintura, altura das portas elevadas, de aspecto musculado. As protecções negras das cavas das rodas e entalhes confirmam a jovialidade do modelo, criando um ar de ‘aventureiro’  tão apreciado nos SUV. O conjunto dos faróis também ajuda, um novo formato repartido em três, com luzes LED diurnas no topo, luzes principais diurnas (também LED) a ladear a enorme grelha frontal e envolvidas no negro que parecem parte das cavas, e os de nevoeiro, embutidos na grelha inferior. 

O interior é tão completo quanto confortável… pelo menos nesta versão. Não só, como já frisamos, possui todos os comandos bem dispostos e à distância da mão, como os bancos permitem um bom apoio lateral, e espaço suficiente para um adulto. Nota que possuo 177cm, e sobejava espaço, tanto na frente como atrás, com o banco colocado na posição de condução. Um método fácil de medição é usar a mão, e um palmo aberto entre joelhos e as costas do banco é óptimo, sendo que na altura um palmo fechado. As cores também podem estar presentes no habitáculo, com frisos, pespontos, faixas nos bancos ou plásticos no tablier em torno das condutas de ar a condizer com a cor exterior. Nota que é da escolha do cliente. O tablier é um misto entre pele, uma grande área num material confortável semelhante a borracha com textura tipo diamante e alguns pormenores em plástico. 

E a condução? Nós tivemos a oportunidade de experimentar, e durante algumas horas comprovámos as aptidões deste modelo, pelas curvas, pela cidade, no trânsito e até em algumas saídas de estrada. Conseguimos duas experiências, uma para cada das  motorizações e transmissões disponíveis. Num primeiro contato conduzimos o modelo de tração frontal (4×2) e caixa manual de 6 velocidades pela marginal da cidade num passeio matinal, um passeio feliz feito pelas curvas que contornam a cidade.

A seguir ao almoço algo mais vigoroso, com a versão equipada com caixa automática de 7 velocidades e tração nas quatro rodas. Foram as colinas em redor da cidade que sofreram as agruras de pneus e motor em esforço. E que bem se comportou.

Existem diversos factores para o comportamento, e começamos pela plataforma, proveniente de uma gama C, superior, que permite um novo desenho, mais espaço, e outras motorizações. E falando deste campo, motor, a versão 4×4 dispõe do mais poderoso 1.6T-GDI, uma versão do quatro cilindros com 177 cv que aliada às quatro rodas motrizes permitiam muita rapidez na estrada, e uma superior entrada e saída de curva. ‘Alegria’ à condução, e condutor. A parelha que este conjunto faz com a caixa é outra das mais valias que experimentá-mos, e confesso que chegamos a abusar pelas curvas das colinas. A caixa automática DCT de sete velocidades, usada em modo sequencial, permitiu explorar algumas potencialidades deste Kauai, surpreendendo com a rapidez com que correspondia às solicitações para subir, ou reduzir, mudanças. Não só era imediata como eficaz, permitindo abordagens mais destemidas na entrada das curvas. O modo de condução Sport (confesso que começamos a aventura das curvas em modo Confort) aliada à suspensão multilink deu outra ajuda, não deixando o carro adornar demasiado nas curvas rápidas, deixando o Kauai sempre na trajectória correcta para uma nova abordagem. 

O modelo que experimentamos incluí também algumas características próprias, salientando-se a travagem autónoma anti colisão frontal, detetor de presença de veículo no ângulo morto de ultrapassagem, alerta de tráfego na traseira, assistente de manutenção na faixa de rodagem, alerta de fadiga do condutor, luz de Iluminação em curva e comutação automática de luzes de médios e máximos, chave Smart Entry & Start com botão de arranque, bancos de ajuste elétrico com apoio lombar, carregador wireless para smartphones e tomada de 12 volts (mesmo à frente do selector de mudanças), sensores de estacionamento e câmara auxiliar de estacionamento traseiro. 

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

1.0 T-GDI

  • Tipo: 3 cilindros em linha, 998 cm3, turbo gasolina
  • Caixa: manual 6 velocidade
  • Tração: dianteira
  • Potência máxima: 120 cv / 6000 rpm
  • Binário máximo: 172 Nm / 1500-4000 rpm
  • Velocidade máxima (km/h): 181 km/h
  • Aceleração 0-100 km/h: 12,0 segundos
  • CO2 combinado: 125 g/Km (jantes 18”)
  • Consumo combinado: 5.3 l/100 Km

1.6 T-GDI

  • Tipo: 4 cilindros em linha, 1591 cm3, turbo gasolina
  • Potência máxima: 177 cv / 5500 rpm
  • Binário máximo: 265 Nm / 1500-4500 rpm
  • Caixa: automática DCT 7 velocidade dupla embraiagem
  • Tração: integral
  • Velocidade máxima: 205 km/h
  • Aceleração: 7,9 segundos
  • CO2 combinado: 153 g/Km (jantes 18”)
  • Consumo combinado: 6,7 l/100 Km (jantes 18”)

A grande promessa é a motorização totalmente eléctrica, com uma autonomia de 380km aproximados, anunciada para 2018. É o resultado da nova mentalidade, e aposta, da Hyundai na eco-mobilidade, e todas as questões ambientais. E era peremptório que houvesse um modelo assim.

O novo Hyundai Kauai  inícia a pré-venda a 1 novembro, num valor de 16.900 euros (em campanha até 31 dezembro e segundo as condições da marca), e tem previsão de entrega para meados de novembro.

Óscar Rocha

Autor: Óscar Rocha

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Óscar Rocha

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar