Huawei Mate 10 e Mate 10 Pro apresentados em Munique

Huawei Mate 10 e Mate 10 Pro apresentados em Munique

A Huawei revelou em Munique o seu novo smartphone, o MATE 10. Não era uma surpresa, com os anúncios, suposições, alguns clichés e até alguma provocação a outras marcas, tudo serviu para anunciar o novo topo de gama. E muitos poderão pensar que é mais um telefone, e sim, poderíamos simplificar desse modo… mas este é o Huawei Mate 10. É no seu todo um aglomerado da melhor tecnologia que a Huawei tem proposto no mercado, e este Mate 10 junta todas as especificações, funcionalidades e soluções. Mas que o que verdadeiramente o difere? Um ‘pequeno’ pormenor: o Kirin 970. 

A confiança neste processador é transmitida pelas nas palavras de Richard Yu, CEO da Huawei Consumer Business Group que diz: “No início deste ano, a Huawei apresentou a sua visão para o futuro dos smartphones. No seu centro estava a inteligência artificial e o início de uma nova Era “. E acrescentou: “Cumprindo a promessa de IA, a nova série Huawei Mate 10 traz o futuro à vida presente, projectada para enriquecer a experiência dos utilizadores.”

O primeiro contacto com este processador ocorreu durante a IFA em Berlim, onde se destacou por ser o primeiro processador no mercado que incluía uma Unidade de Processamento de Rede Neural dedicada (NPU). É a inteligência artificial! A marca afirma que esta combinação entre NPU e a arquitetura de computação móvel HiAI da Huawei permite ao Kirin 970 até 25x maior desempenho e 50x melhor eficiência em tarefas, tudo relacionado com a IA. Ao combinar a inteligência com o processamento permite uma melhor resposta às funcionalidades, com o Mate 10 a reconhecer as necessidades do equipamento face às exigências da aplicação ou utilizador, analisando cada cenário de utilização em tempo real, conseguindo adaptar, e aprender, o funcionamento do mesmo em prol do melhor desempenho contínuo. 

O novo Mate 10 é por isso único, o primeiro a utilizar e fazer usufruto deste processador pioneiro no mercado, e está por isso um passo à frente da concorrência! Outro número que vale a pena divulgar é a utilização de 5,5 biliões de transístores em apenas um centímetro quadrado, possível através do processo de fabrico a 10nm. Curiosamente, e apesar de revolucionário, mantêm o conservadorismo dos quatro núcleos Cortex-A73 a 2,4Ghz e quatro núcleos Cortex-A53 a 1,8Ghz, uma combinação entre potência e eficiência energética. Boa nova é a integração também da nova, e mais potente, GPU Mali-G72MP12 de arquitectura heterogénea, que anuncia um aumento da performance geral em 25%.

 

Outra das boas novidades é o novo ecrã. Com a denominação de Huawei FullView Display, é (finalmente) um ecrã OLED (que junta o suporte HDR10) que faz uso do formato 18:9 para o tornar proporcional ao corpo, um formato que aproveita quase a totalidade da superfície frontal. Em muito contribui o design tão bonito quanto robusto, numa construção onde impera a qualidade. 

Falamos do corpo, que também mudou. Deixou a liga metálica que fez história nos anteriores modelos, e surge no em voga vidro 3D, o que significa um estilo diferente e curvado nos quatro lados, melhorando o aspecto e a ergonomia. A zona posterior do Mate 10 continua a ostentar a dupla Leica, as duas câmaras com cunho dessa potência fotográfica. E num hábil modo de as evidenciar, possui uma barra reflexiva a toda a largura do corpo. Dá um ar da sua graça, diferencia-se dos demais smartphones e evidencia o sistema de câmara dupla. Nota que o novo corpo do Huawei Mate 10 Pro também é resistente à poeira e à água, dentro de certas condições, com a certificação IP67.

A Huawei volta a juntar-se à Leica e dota os Huawei Mate 10 e Huawei Mate 10 Pro com lentes duplas SUMMILUX-H. Estas combinam sensores RGB de 12 megapixéis com sensores monocromáticos de 20 megapixéis, estabilização óptica de imagem (OIS), abertura dual f / 1.6, Bokeh alimentado por IA e zoom digital optimizado pela IA. Este é um dos muitos recursos da inteligência artificial, com reconhecimento de objectos e cenários em tempo real, conseguindo optimizar de forma automática as configurações da câmara tendo sempre como base o objecto e o ambiente, além de suportar uma função avançada de Zoom Digital com IA, com Detecção de Movimento IA para retratos mais claros e imagens mais nítidas.

Sob as câmaras existe o sensor de impressão digital, e é curioso o facto deste estar localizado na parte traseira do equipamento Huawei Mate 10 Pro, ao invés de imitar os ‘mais pequenos’ P10. Mas isso não é mau, principalmente por manter as características únicas com funções no sensor, além de que permite maximizar todo o ecrã. 

Como outras características, o Mate 10 possui um modem 4.5G Cat.18 LTE, que permite fazer downloads a velocidades até 1,2Gbps, suporte dual SIM 4G e conexões VoLTE duplas, uma bateria de alta densidade de 4.000 mAh com carregamento rápido Huawei SuperCharge certificado pela TÜV e um sistema inteligente de gestão de bateria que compreende o comportamento dos utilizadores e aloca recursos necessários de forma inteligente de maneira a maximizar a vida útil da bateria. 

O Huawei Mate 10 Pro é lançado com o novo EMUI 8.0, a interface própria da Huawei, desenvolvido sob o mais recente Android 8.0. Os recursos incluem uma função de ecrã inteligente num interface de ecrã dividido para executar duas aplicações lado a lado e suporte para uma experiência de desktop completa – espelhando ou estendendo a exibição do smartphone, enquanto notificações pessoais, chamadas e mensagens permanecem privadas.

Preço e disponibilidade

Em Portugal, o Huawei Mate 10 ‘normal’ de 64GB e 4GB de RAM chega com um valor de 699€, a especial versão Huawei Mate 10 Pro estará disponível em 2 cores, Titanium Gray e Mocha Brown, a partir do próximo mês de novembro pelo PVP recomendado de 879,90€.

Para os mais exigentes existe ainda uma versão muito especial, que continua a parceria com a Porsche, com detalhes e pormenores oriundos dessa casa de design, que junta 256GB de armazenamento e 6GB de disco… mas num valor também mais exclusivo de 1395€.

Óscar Rocha

Óscar Rocha

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia Enviar E-Mail para: Óscar Rocha
%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar