Kodak reinventa-se com o Ektra

A Kodak terá para sempre um lugar eterno na história da fotografia. Fundada em 1880, e posteriormente registada como marca em 1888, foi uma das maiores impulsionadoras e precursoras da indústria fotográfica, ‘oferecendo’ desde o mítico rolo à máquina digital. Sim, a mesma companhia inventou os dois factores que dominaram a fotografia e, por ironia, a ‘matou’. A arte do ‘rolo’ extendeu-se a outras marcas, e como marca inovadora que é, inventou a fotografia digital. E esse foi o termo do seu filão de rolos… e o adeus.

A marca ergue-se e reinventa-se com um smartphone. Sim, um telemóvel porque, a bom abono da verdade, qual é a principal característica e maior aposta dos fabricantes: a máquina fotográfica. Surge assim o Kodak Ektra, um dispositivo diferente que junta um dispositivo Android ao know-how de uma marca única e exímia no campo fotográfico.  Todo o formato é diferenciador dos demais existentes no mercado, com alusões e pormenores às antigas máquinas.  Exemplo é o revestimento do corpo que imita o relevo da pele da máquina analógica de 1940, ou o botão dedicado à fotografia, a base pronunciada que simula e ajuda ao grip, ou a lente envolta com os anéis e as habituais definições.

Por ser um smartphone com a chancela Kodak tem todo o foco na câmara e na sua capacidade. A responsabilidade ficou atríbuida ao sensor IMX230 da Sony com 21 megapixels de resolução e estabilização óptica de imagem para a fotografia e vídeo (Ultra HD). Já na parte frontal possui um sensor de 13 megapixels para vulgarizadas selfies.

A Kodak dotou ainda a Ektra de software ‘profissional’ para personalizar ou explorar a fotografia, permitindo o ajuste de exposição, dos valores ISO, alcance focal, balanço de brancos, para controlar a velocidade do obturador ou a abertura de lente. Há também várias modos de fotografia disponíveis: Smart Auto, Retrato, Manual, Sports, Bokeh, Noturno, HDR, Panorama, Macro e Vídeo. 

Sobeja o desempenho, entregue ao processador Helio X20 que funciona a 2,3 GHz, 3GB de RAM, 32 GB de armazenamento com slot para cartão microSD, tudo ‘alimentado’ pela bateria de 3000 mAh com suporte para carregamento rápido através da entrada USB-C, e a versão Android 6.0, vulgarmente conhecido por Marshmallow.

Nota de destaque para a vistosa bolsa possível, toda em pele castanha que relembra novamente as bolsas históricas. 

O Kodak Ektra está no mercado nacional a um valor de 529 euros.

 

Óscar Rocha

Autor: Óscar Rocha

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Óscar Rocha

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar