Mercedes Classe E All Terrain- andar fora de estrada ‘num luxo’

A Audi trouxe um conceito, a Mercedes elevou-o. A Mercedes deu a conhecer a sua proposta para andar em estradas… e fora! Com o nome de  Mercedes-Benz Classe E All-Terrain, segue um pouco a linha do ‘pequeno’ GLA, mas em formato grande familiar e com mais alguns ‘mimos’. É verdadeiramente um veículo que apregoa todas as qualidades conhecidas da marca germânica, vulgo luxo, mas para quem gosta de se aventurar, quem gosta de emoção, quebrar barreiras ou simplesmente sair de estrada, seja por zonas irregulares ou zonas mais rochosas, sem perder o conforto e luxo de um classe E.

A diferença é quase total, seja pelos novos plásticos que acrescentam personalidade e protegem, a grelha frontal redesenhada com o símbolo incrustado, um novo pára-choques tricolor, spoiler anterior e novo pára-choques traseiro. Finda a diferença exterior com a obrigatória altura ao solo, mais 29mm que o ‘habitual’ classe E, graças a uma nova suspensão pneumática AIR BODY CONTROL e um novo conjunto de jantes de liga leve, em duas medidas, 19 ou 20, que não só ajudam ao aspecto agressivo exterior, como ajuda nos trilhos e na clara transposição de zonas mais rochosas. Nota para a altura ao solo, que é ajustável independentemente do modo de condução em que circule, dispondo de três níveis de altura entre os 0 e os +35 mm, tudo com a simplicidade de um mero botão de controlo da suspensão na consola central.

O interior prima pelo bom gosto (é um E) e claro, materiais de primeira qualidade. Não é novo, mas herdado da geração mais civilizada, desta feita com elementos em alumínio e fibra de carbono ou uns pedais desportivos em aço inoxidável. Claro que há muitos opcionais e variantes, e os níveis de elementos, luxo e requinte vão até onde o cliente estiver disposto a chegar, que significa pagar.

O Classe E All-Terrain será primeiramente lançado na versão E 220d 4MATIC e utilizará o recente bloco a diesel de quatro cilindros com 194 CV às 3800 rpm, capaz de um binário máximo de 400 NM entre as 1600/2800 rpm e uma velocidade máxima anunciada de 232 km/h. Não é um claro desportivo, mas consegue uma aceleração 0-100 km/h em 8 segundos e um consumo médio, em circuito misto, de 5,1 litros aos 100 km, para 137g de emissões de CO2. Posteriormente espera-se pela versão mais potente, a 350d, com o novo motor diesel de seis cilindros. Em qualquer dos casos a caixa de velocidades utilizada é a nova, e idêntica para ambos os modelos, 9G-TRONIC automática, contando com nada mais que nove velocidades.

A ajuda à condução provém do sistema DYNAMIC SELECT, que permite escolher entre cinco programas de condução com diferentes características, modos de condução pré-programados que alteram a resposta do motor e das passagens de caixa, assim como a própria rigidez da direcção e suspensão, entre uma condução mais desportiva ou mais suave e confortável. Inclui o modo específico para fora de estrada All-Terrain, adotada do GLE, que permite configurar o veículo para uma condução fora de estrada. 

A nova Mercedes Classe E All Terrain está prevista chegar ao mercado em Março do próximo ano com preços a começar nos 70 mil euros, podendo atingir os 90 mil consoante a versão, e pacote de extras, escolhida.

Óscar Rocha

Autor: Óscar Rocha

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Óscar Rocha

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar