Microsoft renova o Surface Pro, e desvenda o Surface Laptop

A MICROSOFT, o gigante da indústria tecnológica, celebrou o quinto aniversário de um dispositivo que marcou o mercado, o Surface Pro, e numa jogada dupla levou-nos a conhecer a nova geração deste best seller e um novo membro da família. O nome Surface não só vingou, como cresceu e trouxe para o mercado novos dispositivos e muita inovação. Arrisco dizer que é a Microsoft a ser ela própria, gigante.

Surface Pro

Foi o primeiro, o pioneiro de uma nova série de dispositivos que conquistaram o utilizador e mercado. Uma ideia inovadora que ganhou forma, transpondo algumas barreiras e transformando um tablet num portátil, mas mais importante, num dispositivo capaz de corresponder a qualquer necessidade, conjugando a funcionalidade ao desempenho.  E é isso que resume o Surface Pro, um verdadeiro dispositivo pleno de desempenho, funcionalidade e portabilidade, com todas as infindáveis possibilidades de trabalho ou lazer.

O Surface Pro tem o mérito, ou não fosse ele o pioneiro e ‘culpado’ de todas estas novas gerações. O sucesso é firmado pelos números, mais de 100 mil unidades em Portugal e um quinto do mercado dos portáteis de topo. 

Por fora não é estranho, face a um design semelhante, mas a diferença está nos, pormenores e no interior. Foram 800 peças redesenhadas, novas, para tornar este Surface mais leve, seja a eliminar parafusos, ou a acrescentar rapidez, ser mais sólido e eficaz. E no eficaz, nota para os novos ângulos permitidos pela dobradiça posterior que agora permite ‘deitar’ o Surface, uma útil ajuda à escrita ou desenho.

Este novo Surface Pro possui um ecrã PixelSense com 13,5 polegadas com uma resolução de 2256 x 1504, r capacidade para reconhecer até 10 pontos de toque. Já o desempenho é variado, do que podemos julgar normal ao fantástico. Porquê? Resume-se à necessidade do utilizador. A funcionalidade está lá, muda a rapidez e capacidade face a necessidade.  Equipados com professores Intel, inicia com o processador M3 na versão mais económica, um processador que, junto à gráfica Intel  HD 615, alia desempenho suficiente a uma óptima gestão energética. Junta ainda 4GB de RAM e 128GB de disco. Os outros modelos já estão equipados com professores I5 ou I7, sendo que a RAM e capacidade de disco também variam. Duas versões para cada processador, com opções entre 4 ou 8GB de RAM e 128 ou 256 GB em capacidade de armazenamento na versão equipada com processador Intel I5 e gráfica Intel DisplayPortl HD Graphics 620. O processador Intel I7 já vislumbra outros desafios, e logo mais potência e desempenho, pelo que se faz acompanhar por uma Intel HD Graphics 640 e 8 ou 16GB de RAM, além do aumento do espaço de armazenamento, entre os 256 ou 512GB. Na questão de números, autonomia ou performance, a Microsoft não se quedou e nesta quinta geração afirma conseguir atingir mais 50% de bateria,e um acréscimo de 20 % na performance.

Como outras características salienta-se a porta USB 3.0, o leitor de cartões microSD, saída para auscultadores e uma Mini DisplayPort. A questão da conectividade está patente e firmada pela norma WIFI 802.11ac, já compatível com IEEE 802.11a/b/g/n, bluetooth 4.1 e existe o anúncio de, espera-se para o último trimestre, conectividade LTE.

No capítulo da segurança a Microsoft dotou o novo Surface Pro com protecção de nível empresarial, Windows Hello e reconhecimento facial, que permite iniciar sessão automaticamente em total segurança de dados.

A pen também foi renovada, e inclui agora PixelSense Accelerator. Este ‘pequeno’ factor possibilita melhor pressão, melhor resposta, sensibilidade à escrita ou inclinação, criando uma sensação mais real de escrita. Assegura ser duas vezes mais precisa que a antecessora. E existem agora novas cores, quatro novas possibilidades para a Pen.

Algo bastante admirável é o rol de novas funcionalidades que este Windows trás.  Apresentações dinâmicas no PowerPoint, reconhecimento de matemática e inteligência para cálculos, e melhor, todo o processo de cálculo explicado e se necessário, com gráficos, alem do reconhecimento de escrita com a pen, entre outros. Fantástico!

Surface Laptop

A surpresa do dia estava guardada para o novo modelo desta serie, não um dois em um, mas um dispositivo que acrescenta ainda mais desempenho, funcionalidade e muita bateria, 14 horas e meia. Com a designação Surface Laptop, é o novo membro da família Surface e não é mais que um portátil. A expressão não pretende ser diminutiva, apenas figurativa no propósito. O corpo em alumínio de arestas vincadas é um todo, não há separação entre ecrã e teclado, e suporta o ecrã de 13,5 ” PixelSense e um teclado sui generis revestido habilmente por alcântara, que proporciona um conforto pouco habitual nos dispositivos mais comuns. O corpo não possui um único parafuso! Sim, é quase uma obra prima entre estilo e design, versus leveza e robustez. 

O desempenho ‘copia’ na perfeição o seu irmão Pro, sendo que exclui o processador M3, e cinge-se a um processador Intel I5 com 4 ou 8GB de RAM, para 128 ou 256 GB de disco ou, na vertente com mais performance, um Intel I7 com 8 ou 16GB de RAM, e 256 ou 512GB de capacidade de disco. A conectividade  responde à norma WIFI 802.11ac, já compatível com IEEE 802.11a/b/g/n, e bluetooth 4.0.

Como mais características destacamos a câmara HD 720p frontal, WIFI 802.11ac compatível com IEEE 802.11a/b/g/n, bluetooth 4.1, microfones estéreo, altifalantes Omnisonic com Dolby Audio Premium, saída 3,5mm para auscultadores, porta USB 3.0 e mini DisplayPort. 

A segurança está entregue ao reconhecimento facial com Windows Hello.

Preço

O Surface Pro já está no mercado com preço recomendado de 949 euros para a versão equipada com processador M3. Segue-se o I5 (128GB e 4GB de RAM) a 1169€, e 1499€ para a versão de 256GB e 8GB de RAM. A versão com o potente I7 começa nos 1829€ (256GB e 8GB de RAM), e um mais exclusivo a 2549€, na versão de 512GB e 16 GB de Ram.

O novo Surface Laptop começa com valores de 1169€ na versão I5 de 4GB de RAM e 128Gb, e chega aos 1499€ na versão de 8Gb e 256GB de disco. O potente I7 com 8GB de Ram e 256GB custa 1829€, e a versão de 512GB e 16Gb de RAM atinge os 2549€.

Óscar Rocha

Autor: Óscar Rocha

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Óscar Rocha

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar