MotoGuzzi e Aprilia partilham novidades no Motoshow

O Motoshow é o palco apropriado para as marcas mostrarem as sua últimas tendências e novidades, e o Grupo Piaggio fê-lo a triplicar. Se já falamos na mítica Vespa e nas mais urbanas Piaggio Liberty e Medley, heis que chega a hora de ver as ‘rudes’ Moto Guzzi e as desportivas e belas Aprilia.

A MotoGuzzi surge no Motoshow com 01 Moto Guzzi V7III Anniversario a edição comemorativa do 50º aniversário do primeiro modelo V7. Não é uma mota para massas, mas para entendidos, uma mota que chega a ser ‘rude’ mas bela, de linhas que combinam o aspecto vintage com a tecnologia recente. Surge pela primeira vez em território nacional, pelo que já é uma boa razão para o visitar. Com a designação Moto Guzzi V7 III, faz juz à terceira geração da Moto Guzzi mais conhecida de sempre. Mantém a linha e o carisma intemporal, mas acrescenta novidades ao nível do motor, com uma nova unidade mais eficiente e potente. Mantém o característico formato de motor V2, montado na posição longitudinal ao quadro, mas anuncia mais 10% na sua potência máxima. A potência acrescida significa necessidades inerentes na travagem, pelo que a V7 II já possui ABS de duplo canal e um novo MGCT (Moto Guzzi Control Traction) ajustável e desconectável.

A nova Moto Guzzi V7 II está representada em três variantes, ambas com o carácter autêntico e fiel história da marca: Stone (com grafismo total black), Special (de aspeto clássico e onde predominam os cromados) e Racer (que enaltece o passado desportivo do modelo com 15 títulos mundiais e 11 trourist trophy).

 

 

01 RSV4 RF

Aprilia também partilha o mesmo espaço, embora de modo oposto. Quebra a lucidez das suas congéneres e mostra toda a mestria italiana na arte das duas rodas. Expoente máxima da casa de Noale, a nova Aprilia RSV4 possui toda a atenção no espaço da marca, uma mota totalmente renovada, uma evolução radical para continuar a ser uma das grandes referências do mercado. Toda a zona frontal é vincada por arestas e linhas que acabam numa traseira minimalista e bem conseguida, exigências da aerodinâmica. Graças às novas suspensões Ohlins, ao novo sistema de travagem e ao novo APRC (Aprilia Performance Ride Control), o novo modelo Aprilia apresenta-se como uma das Superbikes mais velozes do segmento.

Vale a pena espreitar a a versão RF da RSV4 , uma edição limitada a 500 unidades que incorpora um motor Euro 4, de 201 CV, suspensões mais sofisticadas e 800 gr mais leves.

O Lisboa MotoShow  também serviu para vincar, e mostrar, a parceria da Aprilia com Tiago Magalhães, o piloto que este ano participa no Campeonato Nacional de Velocidade aos comandos de uma Aprilia RSV4 RF.  Com quatro títulos nacionais da especialidade, Tiago Magalhães junta-se agora à equipa da carismática marca de Noale, vencedora de 54 títulos mundiais em mais do que uma classe.

 

Óscar Rocha

Autor: Óscar Rocha

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Óscar Rocha

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar