O sonho dos jovens recém encartados tem nome: Suzuki GSXR-125

Em Colónia a Suzuki apresentou a nova GSX-R 125 2017, uma pequena desportiva muito atraente e que entra num segmento muito competitivo. Esta mota deixa qualquer jovem recém encartado de “olhos em bico”, visto que o seu design relembra a mota utilizada pela a Suzuki na prova rainha dos desportos motorizados, a MotoGP. É a nova aposta da Suzuki para 2017, e vem com uma estética agressiva e a marca garante que esta mota é a mais potente da classe 125cc.

Para o estilo desportivo que a moto representa o baixo peso é fundamental para um manuseio responsivo e gratificante, aumentando ainda a confiança na estrada. Os engenheiros que estiveram atrás do projecto criaram um chassis leve e compacto sendo das 125cc mais leves, algo que ajuda numa maior segurança, estabilidade e manobras de baixa velocidade. dando ao condutor um “feeling” de race réplica. Além do mais esta GSX-R possui um assento de altura baixa, convertendo-se então num estilo de condução agradável e “caído” ampliando ainda mais a natureza da sua concepção. Finalmente a nível ciclistico, a GSX-R 125 vem “calçada” com pneus 90/80R17 à frente e 130/70R17 atrás.

O novo motor desta GSX-R 125cc, deriva de um único cilindro, refrigerado a liquido, sistema DOHC (Dupla Árvore de Cames à Cabeça) com 125cc. Este motor na sua classe gera uma performance tanto na pista como na estrada, capaz de satisfazer o mais irrequieto dos jovens condutores. Na classe de 125cc, a GSX-R tem a melhor relação peso/potência, a melhor relação torque/peso e também a melhor aceleração. A caixa é de seis velocidades.

No entanto esta performance não se manifesta na altura de reabastecer, o que não é alheio o sistema de injecção com sensores a monitorizar a rotação do motor, a pressão de ar na admissão, a temperatura dos gazes de escape e a temperatura do líquido de refrigereção. A GSX-R 125 consegue por isso ainda ser das 125cc mais económicas do segmento.

 

A GSX-R 125cc possui um sistema de ignição sem chave muito conveniente. O condutor pode ligar o motor por proximidade da chave com a moto, o que significa que esta (a chave) pode permanecer no bolso. Um toque no botão do comando ativa uma função de resposta de retorno, fazendo com que os sinais de mudança de direcção fiquem intermitentes e facilitando a localização da GSX-R125 num parque de estacionamento abarrotado.

O ECM na GSX-R 125cc, executa o sistema One-touch Suzuki Easy Start. O útil sistema de arranque fácil da Suzuki liga automaticamente o motor com um simples toque no botão de arranque montado no módulo de comutação no guiador direito. Não há necessidade de manter o botão pressionado até que o motor arranque. Graças ao novo sistema, o condutor não precisa puxar a alavanca da embraiagem para ligar o motor, desde que a transmissão esteja em ponto morto.

A Suzuki GSX-R 125cc só irá estar disponível no verão de 2017 nas cores de azul marinho, preto e branco.

Mauro Segundo

Autor: Mauro Segundo

Contribuidor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Mauro Segundo

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar