Samsung Galaxy S8: o regresso do ‘rei’?

A Samsung acaba de lançar as suas novas coqueluches no mercado móvel, os muito aguardados Galaxy S8 e S8+. Rumores circularam, especificações surgiram, imagens desvendadas e sugeridas e hoje, dia 29 de março finda. Chega o S8 e. como é habitual nestes casos, muita expectativa e efusão.

Nas palavras proferidas captamos o essencial, o intuito da marca em tornar o S8 como essencial para o dia a dia, um smartphone cheio de funcionalidade, desempenho, e muita qualidade. E aqui é preciso um asterisco*, face ás reconhecidas ‘dificuldades’ do Note 7. 

Essa responsabilidade está inerente e talvez por isso a marca assegura ser uma ‘nova época’, um novo dispositivo e um novo formato. Revelado exactamente às 16:16, mostra muito mais do que uma forma. Acaba um nome mas surge um novo design, prometendo muito desempenho e inteligência. Quando falamos em acaba, a marca finda a denominação Edge e acrescenta um +, separando os dois dispositivos apenas pelo tamanho, 5,8” para a versão mais ‘normal’ e 6,2 polegadas no S8+, o grande, mas ambos com ecrãs Quad HD+, ou 2960×1440 píxeis de resolução. 

É este ecrã que capta toda a atenção destes S8, pelo formato, tamanho ou pelo nome Infinity Display, que ecrã infinito pela ‘sugestão’ de possuir toda a superfície frontal. Não descurando o ecrã, e sob ele, está o local em que a Samsung conseguiu a ‘magia’ de encolher, esconder ou mesmo eliminar toda aquela panóplia de componentes e hardware necessária para o S8 funcionar, e se sobra espaço, pode-se aumentar o ecrã. E exemplo disso é o desaparecimento do botão Home físico…parece simples. Em volta existe um corpo que parece passar para segundo plano, apesar da superfície em vidro com laterais curvas e bem delineadas que ajudam no grip, e acrescentam um aspecto confesso, fenomenal.

O desempenho também recebe uma nova referência, os primeiros processadores octa-core fabricados com o processo de 10 nm, afirmado como mais potente, rápido mas muito eficaz no campo energético. O tempo dirá. Soma 4GB de memória RAM e 64GB de armazenamento interno, expansíveis com cartão de memória.

 

Na fotografia, sendo que é um dos aspectos preferidos e diferenciadores entre os denominados topo de gama, há uma aposta contínua. O novos Galaxy possuem uma câmara frontal de 8mp, com focagem automática inteligente e abertura de lente a F1.7. A câmara traseira continua nos 12 mega pixéis, mas junta uma lente com abertura de F1.7 e tecnologia Dual Pixel, o que oferece um processamento de imagem melhorado para garantir as melhores fotografias, mesmo em ambientes com iluminação reduzida. Não é diferente do S7, mas promete melhoramentos.

A Bixby é um das grandes novidades, e vem oferecer mais um concorrente a esse mercado crescente dos assistentes pessoais.  Tem de ser ‘chamado’ através do novo botão dedicado, mas promete assegurar acesso a serviços e aplicações mediante um simples comando de voz, de toque ou de texto. É inteligente, aprende e, diz a marca, consegue simplificar a vida dos utilizadores com base nas preferências, sugestões, dicas ou funcionalidades. É algo a experimentar.

No campo da segurança a marca continua a apostar no seu Knox, plataforma de segurança própria, e nas tecnologias biométricas, incluindo um leitor de impressões digitais (agora ao lado da câmara traseira), leitor de reconhecimento de íris e reconhecimento facial, para que os utilizadores possam escolher o método de autenticação biométrica seguro e que melhor se ajuste às suas necessidades.

Novo smartphone, novo som, ou no caso auriculares. A marca apregoa alto desempenho, numa colaboração com a marca AKG da Harman, um sinónimo dequalidade e som inigualável. Estes auriculares têm um canal híbrido confortável, desenhado para garantir a melhor anulação de ruído exterior, e são construídos em malha de metal de forma a evitar o entrelaçar dos fios.

Também tido em conta é a casa moderna, ou a casa ‘cheia’ de equipamentos inteligentes, nesta era de modernices. A Samsung criou o Connect, que  simplifica a gestão de todos os dispositivos inteligentes. Através de um processo de configuração simplificado, em apenas três passos, o utilizador pode gerir todos os equipamentos conectados através da aplicação integrada.

O novo Samsung Galaxy S8 estará no mercado com uma bateria de 3000mAh, sendo que no ‘irmão maior’, o S8+ possuirá 3500mAh.

O Samsung Galaxy S8 vai estar comercialmente disponível na Europa a partir do dia 28 de abril, em três cores: Preto Meia-Noite, Cinzento Orquídea e Prateado. O período de Pré-Compra do Samsung Galaxy S8 inicia-se hoje (após as 19h00) e os consumidores que fizerem o seu pedido até 19 de abril podem beneficiar da entrega do produto até oito dias antes de estarem disponíveis para compra nas lojas, sendo limitado ao stock existente de equipamentos. O preço… esse assusta: o Samsung Galaxy S8 custa 819,99€, enquanto que a versão Plus custa 919,99€(!).

Óscar Rocha

Autor: Óscar Rocha

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Óscar Rocha

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar