Wiko levou-nos ao Crossfit para mostrar a sua nova gama MAX

A marca francesa levou-nos a um evento deveras diferente, e habitualmente alheio a tecnologias, para a apresentação da sua nova gama de smartphones Y MAX.

Foram três dispositivos que ganharam esta designação, MAX, que significa mais ou maior. E de quê? Essencialmente bateria, esta sim a grande aposta e novidade. 
O intuito seria mostrar a polivalência, resistência e utilização intensiva deste novo smartphone. Foi em jeito de animação, e desporto, que descobrimos que uma bateria pode suportar conversas ininterruptas durante dois dias, ou 4 dias em utilização normal! Merece um ponto de exclamação. E iremos testar… talvez menos a conversa a 48 horas, porque precisamos de dormir.

Fora brincadeiras, e esforço físico, a Wiko mostrou o Lenny3 MAX, um smartphone com ecrã HD (1280×720) de 5”,  um processador quad-core de 1,3GHz, memória RAM de 2GB e uma capacidade de armazenamento interno de 16GB, a qual pode ser acrescida até aos 80GB através do slot para cartão microSD. A parte da fotografia está entregue a uma câmara principal de 8MP com flash, e uma frontal de 5MP com opção de flash display. Além disso, vem ainda com Android 6.0 Marshmallow instalado.

Mas é a bateria que tem todo o destaque, graças aos generosos 4.900 mAh, que lhe confere uma autonomia de até 20 dias, ou 480 horas em repouso, 4 dias em utilização normal, 47 horas (2G) ou 30 horas (3G) em conversação, segundo a marca. Outra mais valia da bateria do novo Lenny3 Max  é a característica peculiar de alimentar outros telemóveis através de um cabo OTG (adquirido separadamente). A capacidade permite-lhe converter-se num powerbank, sem nunca perder as faculdades de smartphone, mas a ‘alimentando’ outro.

O preço recomendado, pasme-se, é de 149 euros.

O Jerry MAX foi outro dispositivo que recebeu um upgrade na bateria. Possui agora 4.900 mAh, que garante ao consumidor um funcionamento superior a 662 horas de utilização, mais de 35 horas de conversação ou 24h de utilização 3G. Pode também funcionar como Power Bank, permitindo carregar outros dispositivos móveis através da sua entrada OGT.

A nível de características o Wiko Jerry MAX está dotado de um ecrã IPS (480x854p) de 5 polegadas com o em voga formato 2.5D, a curvatura em toda a lateral. No campo do desempenho recorre a um  processador quad-core MediaTek 1.3Ghz, auxiliado por 1GB de memória RAM e 16GB de memória interna, expansível via microSD até aos 64GB. Para quem gpsta de fotografia, saiba que o Jerry MAX possui uma câmara traseira de 5MP com flash, e uma câmara frontal de 2MP com modo de flash no ecrã.

O corpo recebe um acabamento texturizado e uma capa traseira metálica premium, disponível em duas cores, Gold e Space Grey. O valor: 114 euros.

O Sunny MAX é o ‘pequenino’, sendo efectivamente o mais compacto de todos os telemóveis da Gama Y MAX, com um ecrã de 4” e resolução WVGA. Recebeu uma actualização também na capacidade da sua bateria, que agora chega aos 2500 mAh. Está longe dos seus congéneres mas, a combinação entre o processador quad-Core que funciona a 1.2GHz, memória RAM de 512MB e 8GB de armazenamanto (que pode ir até mais 64GB com a inserção de um Micro SD), e toda a questão de software e gestão inerente, permite usufruir de 491 horas em utilização, 25 horas em conversação ininterrupta e 15 horas de uso em 3G.

  Destaca-se igualmente pelas suas duas cores metálicas, Silver e Navy Blue, e pelo preço, 79 euros.

 

Óscar Rocha

Autor: Óscar Rocha

Fundador e Editor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Óscar Rocha

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar