Yamaha YZF-R6 2017

Para 2017, a Yamaha renovou completamente o seu cavalo de batalha na concorrida classe das 600cc Supersport. A YZF-R6 2017!  Estéticamente,  nesta nova R6 salta imediatamente à vista, as inspirações da recentemente actualizada YZF-R1, com um design agressivo, decalcado directamente do Moto GP. O redesign desta Racer Réplica, não se destina apenas à componente estética, mas também ao lado funcional, com a Yamaha a reclamar que a nova R6 é 8% mais eficiente aerodinâmicamente que a sua antecessora, sendo  a moto de produção mais aerodinâmica que a marca alguma vez produziu.

A carenagem frontal com leds, por baixo de uma superfície que mais parece talhada para ostentar um número, passa a ser a imagem de marca das novas YZF, com a traseira também tal como a R1, muito minimalista e original. Os piscas vem agora integrados nos espelhos retrovisores.

O depósito de combustível é feito em alumínio e é fabricado com uma tecnologia de soldadura especial chamada Cold Metal Transfer e foi esculpido para o encaixe dos joelhos. Para este efeito, também os pisa pés e o banco foram redesenhados para que o condutor tenha a melhor posição de condução possível, e consiga assim explorar ao máximo o que esta réplica oferece.

 A R6 2017 vem com um painel de instrumentos também proveniente da YZF-R1, e a ocupar a zona central um enorme conta-rotações analógico. Felizmente que aqui a Yamaha ainda não cedeu à tendência da concorrência em utilizar conta-rotações digitais.

O velocímetro é digital fazendo parte de um ecrã multifunções onde está indicado o estado do TCS (controlo de tração), do ABS (sistema anti-bloqueio de travões) e dos vários modos de condução.

A nível ciclístico, destaque para as novas suspensões KYB de 43 mm invertidas iguais às que equipam a R1, mas com diferentes settings de afinação, ajustadas às características da R6.

O amortecedor traseiro também é um KYB completamente regulável. No departamento dos travões, à frente, estes são agora de 320mm de diametro (310mm na versão 2016) com ABS.

A ciclistica é idêntica à da versão anterior.

Em termos de motor, esta R6 dispõe de uma unidade de 599cc, tetracilíndrica com refrigeração líquida, a quatro tempos, quatro válvulas por cilindro e sistema DOHC (Dupla Árvore de Cames à Cabeça). Sendo agora quase uma obrigação nesta classe, não poderia deixar de existir uma caixa de velocidades de passagem rápida (quickshift) assistida  electrónicamente, como opção.

A Yamaha dotou a R6 com vários sistemas electrónicos que ajudam no nível de controlo da mota. O acelerador passa a ser electrónico devido à necessidade de integração do TCS  que agora conta com seis níveis de intervenção seleccionáveis e pode ser desligado.

 A Yamaha concebeu dois tipos de pinturas para os seus fãs, “Race Blu” ( um azul cobalto mais o acompanhamento do branco) e também o “Tech Black” ( preto com acompanhamento branco).

O seu preço ainda não foi anunciado, mas as suas vendas começam nos EUA no mês de Março de 2017. 

Mauro Segundo

Autor: Mauro Segundo

Contribuidor do Motores & Tecnologia
Enviar E-Mail para: Mauro Segundo

%d bloggers like this:

Ao continuar a navegar em mtech.com.pt, aceita a utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste website estão em "permitir cookies" de modo a propiciar a melhor experiência de navegação possível, Se continuar a navegar neste website sem alterar as definições dos cookies, ou se clicar em Aceitar estará a consentir a utilização de cookies.

Fechar